Na mídia

Maria Valéria Rezende, Julián Fuks e Itamar Vieira Jr. entre os finalistas do Oceanos 2020

Ao todo, sete brasileiros estão na final do prêmio que homenageia a língua portuguesa. Vencedores serão conhecidos no dia 18/12.

O Prêmio Oceanos 2020, um dos mais importantes da língua portuguesa, anunciou na tarde da última terça (24), os seus dez finalistas, dos quais sete são brasileiros. Ao todo, seis romances, dois livros de poemas, um de contos e um de crônicas continuam na disputa. Das obras selecionadas, A ocupação (Companhia das Letras), de Julián Fuks e Torto Arado (Todavia), de Itamar Vieira Junior, foram publicados aqui e em Portugal, assim como o romance Autobiografia, do português José Luís Peixoto, editado por aqui pela Tag.

Maria Valéria Rezende, com o romance Carta à rainha louca (Alfaguara); Veronica Stigger com o seu Sombrio ermo turvo (Todavia); José Rezende Jr., com A cidade inexistente e Julia de Souza com o livro de poemas As durações da casa, ambos publicados pela 7Letras; e Tiago D. Oliveira com a obra, As solas dos pés de meu avô (Patuá) completam a lista de escritores brasileiros no páreo.

Os ganhadores serão divulgados ao público em uma live no dia 18 de dezembro, em horário a ser definido. O livro vencedor receberá R$ 120 mil; o segundo colocado, R$ 80 mil e o terceiro, R$ 50 mil, sendo que livros de diferentes gêneros literários concorrem entre si.

Abaixo, a lista completa dos finalistas que ainda conta com nomes como Djaimilia Pereira de Almeida e Abel Barros Baptista.

A cidade inexistente, de José Rezende Jr. – 7Letras – romance brasileiro
A ocupação, de Julián Fuks – Companhia das Letras Brasil e Portugal – romance brasileiro
A visão das plantas, de Djaimilia Pereira de Almeida – Relógio D’Água – romance português
As durações da casa, de Julia de Souza – 7Letras – poesia brasileira
As solas dos pés de meu avô, de Tiago D. Oliveira – Patuá – poesia brasileira
Autobiografia, de José Luís Peixoto – Quetzal, em Portugal, e TAG Livros, no Brasil – romance português
Carta à rainha louca, de Maria Valéria Rezende – Alfaguara – romance brasileiro
Obnóxio, de Abel Barros Baptista – Tinta-da-China – crônicas portuguesas
Sombrio ermo turvo, de Veronica Stigger – Todavia, contos brasileiros
Torto arado, de Itamar Vieira Junior – Todavia, no Brasil, e LeYa, em Portugal – romance brasileiro

Fonte: PublishNews

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *